Skip to content

Viver nos ares

Viver nos ares

Voo há quatro anos. Já senti muita turbulência, tive um ou outro caso médico a bordo (e “fora de bordo” também), sustos superficiais, nada de muito grave. Hoje em dia trato uma avioneta por tu, sei-lhe os cantos, as fraquezas, sei-lhe ler os “pensamentos” pelo balançar da fuselagem, pelo roncar dos motores.

Considero-me uma miúda com sorte em vários aspetos da vida. Ainda não digeri a ideia de que o “casulo” onde me sinto protegida a trabalhar em plena altura tenha aparecido hoje, em todos os meios de comunicação, estatelado no chão. Dizem que os acidentes de carro matam mais pessoas por ano que acidentes em aviões. Mas creio que o ser humano encontra mais conforto no choque terra-a-terra que no colapsar do céu na terra.

Não sei até quando a sorte, a proteção, o cosmos, o que quer que seja, vão estar ao meu lado. É um jogo de peões humanos, aleatório, cujos dados nem sempre trazem o número da sorte. Até quando, é uma pergunta tão desnecessária como o acordar amanhã. É sempre preciso continuar a viver a dádiva da vida da melhor maneira possível. Até quando, continua a ser uma pergunta tão desnecessária como a incerteza da minha volta, sã e salva, quando digo “vou só ali até à Índia e já venho..”

Hoje, felizmente, não houve fatalidades. A fragilidade inerente à nossa condição e às casualidades da vida foi confrontada com uma resposta pronta e à altura, com a duração de dois minutos e consequente salvação de 282 almas e 18 tripulantes. Há mais na aviação para além de um bonito uniforme, umas carinhas larocas e a disputa entre frango ou bife. Espero que hoje isso tenha ficado mais claro que nunca.

Aos bravos colegas do voo EK521 e a todos que, como eu, partilham nos ares um ofício, um estilo de vida.

Hoje, amanhã e sempre, à dádiva que é Viver.

Viver Boeing-777
www.gotravelyourway.com

Maria Bonifácio Lopes

One Comment

  1. Antonio Lopes Antonio Lopes

    Querida Mary
    Só hoje li este teu excelente e estimulante texto para todos os da tua profissão.
    Parabéns e um grande beijinho do Papi muito orgulhoso da sua filhota.

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: